CGOV

Atribuições da CGOV (Coordenação de Governança)


A CGOV é responsável por: 1) Governança de TI; 2) Gestão de Riscos de TI; e, 3) Verificação do atendimento pleno da TI à legislação vigente

Equipe
Luciano Pereira Vargas
Luiz Mário Lopes Moraes
Thiarles Soares Medeiros

Atribuições
– Propor a formulação de estratégias, normas e procedimentos de governança de tecnologia de informação, alinhadas às estratégias institucionais da Unipampa e observadas as melhores práticas sobre esses temas;
– Propor o planejamento de iniciativas relativas à governança de TI na DTIC, em consonância com as estratégias institucionais;
– Homologar técnicas, métodos, processos de trabalho e, quando couber, procedimentos operacionais necessários à implantação e ao aprimoramento da governança de TI na DTIC;
– Promover, acompanhar, orientar e apoiar ações que visam a implantar ou aprimorar a governança de tecnologia de informação na DTIC;
– Assessorar tecnicamente coordenações e direção da DTIC em decisões relacionadas à governança de tecnologia de informação;
– Promover, em conjunto com a Direção e as demais coordenadorias, ações permanentes de divulgação, capacitação e conscientização acerca dos conceitos e das práticas relativas governança de tecnologia de informação;
– Monitorar e avaliar periodicamente, em conjunto com a Direção e as demais coordenadorias, processos de trabalho, procedimentos, práticas e controles inerentes à governança de TI adotados pela DTIC, bem como manifestar-se acerca das demandas institucionais correlatas;
– Auxiliar na celebração, execução e acompanhamento de contratos, convênios, acordos de cooperação ou instrumentos congêneres firmados pela DTIC que envolvam governança de TI; e desenvolver outras atividades inerentes à sua finalidade.
– Elaborar e revisar, em conjunto com a Direção e as demais coordenadorias, o Plano de Gestão de Riscos;
– Auxiliar e monitorar, em conjunto com a Direção e as demais coordenadorias,  a aderência ao Plano de Gestão de Riscos;
– Propor, elaborar, assessorar, monitorar e avaliar os controles necessários para a Gestão de Riscos;
– Promover, em conjunto com a Direção e as demais coordenadorias, ações para promover a Gestão de Riscos, bem como estimular a cultura de sua utilização;
– Analisar a legislação com fim a apontar as ações necessárias ao seu cumprimento;
– Verificar se a legislação vigente está sendo cumprida;